terça-feira, 3 de agosto de 2010

Viva intensamente cada dia de sua vida como se fosse o ultimo

Bom vou começar minha primeira postagem contando um pouco da experiência que tive há aproximadamente 2 anos atraz com meu irmão caçula o Everton Henrique,ele sempre foi um garoto amoroso,meigo,simpático bom se eu for colocar todas suas qualidades fico até amanhã digitando...rs,enfim quando o Everton tinha 7 anos nossos pais se separaram eo Everton eu e nosso outro irmão Junior fomos morar com nossa avó paterna e com nosso pai,mas desde a separação ele começou a ter conportamentos estranhos mas nunca iriamos imaginar oque realmente estava acontecendo com ele,achávamos que era apenas coisas da idade,mas quando ele completou 13 anos ele mudou ainda mais não conversava com ninguem vivia num mundo que ninguem entendia oque se passava pela cabeça dele,até que as coisas de casa começaram a sumir primeiro foram coisas pequenas como panelas,roupas,sapatos até que com passar do tempo começaram a sumir dinheiro,televisão,maquina de escrever até que nos demos conta do que realmente estava acontecendo,meu irmão estava viciado em crack e não só como consumia quanto também vendia,desse dia em diante nossa vida se tornou um verdadeiro inferno,Everton passava madrugada na rua,ficava dias fora de casa a saia eu e minha avó para procura-lo altas horas da noite depois de dias ele aparecia todo sujo,fedendo e com muita fome que parecia que nunca havia comido algo na vida,depois de muita conversa e muita discução nossas esperanças de ve-lo curado ja estavam se esgotando pois vinham pessoas em nossa casa cobrar dividas de drogas dele e pessoas que diziam que ele tinha roubado algo em alguma casa que ele havia ficado nossa familia ja não tinha mais vida,viviamos em função dele,até que resolvemos interna-lo numa clinica de viciados em drogas,ele ficou internado 1 mes aproximadamente o medico responsavél dizia meu irmão era um caso perdido e que não havia o poruqe dele continuar internado e que nos preparacemos para o pior pois os dias dele estavam contados,o medico receitou uns medicamnetos para ele e o mandou de volta para casa e indicou que tivesse acompanhamento psicologico,nosso sussego não durou 1 semana,dias depois volta toda nossa angustia o Everton estava novamente no mundo das drogas ele era apenas um garoto de 14 anos que tinha parado de viver e vivia apenas em função das drogas até que eu numa conversa com psicologo dele resolvemos dar uma nova chance ao meu irmão o internamos novamente em outra clinica de recuperação lá ele ficou uns 5 meses sem vizita nenhuma dos familiares,alias só meu pai podia vizita-lo 1 vez ao mes,até que novamente os medicos acharam que ele estava apto a conviver na sociedade e deram alto para ele,só que dessa vez fizemos diferente,temos um sitio bem afastado da cidade e pra lá que o levamos minha avó e meu irmão foi morar no sitio pra fazer companhia para o Everton e assim foi que ele resolveu voltar os estudos e dar uma novo rumo pra sua vida, hoje ele tem 18 anos é dependente de cigarros fuma 2 maços por dia e tem sindrome do panico e difuldades para conseguir se socializar com pessoas e tem um atraso mental decorrente do uso de drogas,mas mesmo assim não dexamos de ama-lo pois se antes de tudo isso ele já era uma pessoa especial hoje com tudo isso que aconteceu,ele conseguiu se superar tornou-se mais especial ainda.
Bom esse é um recado para todos que são dependente de drogas,esse meu irmão esta vivo para poder contar essa sua experiência de vida,mas muitos que estão nessa vida hoje não terão esta chnce de contar sua história no amanhã,então viva sua vida,mas viva sem drogas!